Saturday, July 13, 2013

Os Filhos de Wang Lung - Pearl S. Buck

Linked by...
Viemos aqui parar através da menção de João Aguiar, no seu livro "Os Comedores de Pérolas". O nome deste autor é-me familiar, mas não me recordo de alguma vez o ter lido.
Nas minhas buscas virtuais sobre este título, descobri que faz parte de uma trilogia. Por infelicidade, este é o 2º volume, o que me fez pensar que talvez não fosse o melhor sítio para começar.

Acabei por descobrir este exemplar, que andava a estragar-se em casa da minha sogra, de onde foi resgatado.

Linked opinion...
Este livro é excelente. Uma história muito interessante, escrita de forma simples. Uma escrita limpa e fluida que muito me agradou.

O facto de a história decorrer na China rural, proporcionou-me um "contacto", uma proximidade encantadora, com os costumes do povo chinês daquela época. Fiquei maravilhada com o que "conheci" através deste livro, e sendo a minha ignorância neste tema quase total, foi aí que o livro mais me marcou.

A história é sólida e interessante. É também estranhamente inesperada. Utilizo a palavra estranhamente, porque o que me aconteceu foi pensar que sabia o que vinha a seguir, e ver-me sempre negada a confirmação dessa expectativa, que parecia tão provável e por vezes até o único desenlace possível...Grande imaginação do autor. Excelente.

Não senti qualquer estranheza em relação à história, ou falta de informação pelo facto de este ser o 2º volume da trilogia, e não ter lido ainda nenhum dos outros dois. Pode até ser que venha a senti-lo no futuro ao ler as outras histórias, mas para já diria que apesar de se completarem, cada um dos volumes tem uma história auto-suficiente, bem delimitada e independente.

Muito bom este livro. Recomendado.

Linked books....
Sem dúvida com ligação a este título, e mencionados pela editora estão os outros dois livros desta trilogia:
Terra Bendita - Pearl S. Buck
A Casa Dividida  - Pearl S. Buck

Linked flora...

Zimbro
Peónias
Canafístula
Sorgo
Linked clothing...
Cabaia
Linked looked up words...
jerarquia - o mesmo que hierarquia.
gorja - garganta, pescoço. 
momo - momice; representação mímica; farsa satírica. [figurado]; escárnio.
concitava - instigar (para o que é mau); excitar, provocar.
geomancia - adivinhação por meio de figuras traçadas no solo.
escamotear - fazer desaparecer de modo que não se perceba; roubar com subtileza. = EMPALMAR; esconder ou encobrir algo.
algibebe - o que negoceia em fatos feitos.
hausto - acto de haurir.[linguagem poética]; acção de aspirar. = ASPIRAÇÃO, SORVO; porção que se bebe de uma só vez. = GOLE, TRAGO
adelo -
pessoa que compra roupas e coisas usadas para revender. = ADELEIRO, FERRO-VELHO
poltrão - cobarde, medroso, pusilâmine; homem timorato.
festão -  cordão de folhagem com ou sem flores entremeadas; grinalda; ornato ou bordado de flores dispostas com arte.
vilegiatura - temporada que se passa fora da terra, a banhos, no campo ou viajando, para descansar dos trabalhos habituais.
arenga - discurso enfadonho; exposição fastidiosa; alocução.
flanar - passear sem destino e sem pressa por mera distracção = flainar

No comments:

Post a Comment