Saturday, March 31, 2012

O Deus das Moscas - William Golding

Linked by...
Chego a este livro pela referência feita em  Wilt de Tom Sharpe. Posteriormente foi também mencionado em A Alternativa Wilt, também de Tom Sharpe.
Confesso que nunca o havia lido, pela única razão de já ter visto o filme. Foi contudo com agrado que acolhi esta referência, e que não hesitei em adquiri-lo, quando o descobri na livraria do El Corte Inglês.

Linked opinion...
Foi com enorme satisfação que li este livro e que dei graças a Tom Sharpe pela  referência em Wilt a este clássico, cujo autor foi merecedor de um prémio Nobel em 1983. A história é tanto deliciosa como comovente. Para quem como eu se interessa pelas questões relacionadas com a psicologia social, é inevitável fazer os devidos paralelismos às teorias sobre os grupos e às relações que se estabelecem inter e intra grupo. Essas relações, aqui tão bem espelhadas, ganham maior força e cor, por estarem associadas a uma situação extrema de sobrevivência, e por serem protagonizadas por crianças. Foi assim com grande avidez e consequente rapidez que cheguei ao fim, com a sensação que estive prestes a perder a leitura de uma grande obra, apenas porque havia visto o filme. No entanto, e talvez como consequência nefasta de ter visto o filme, foi-me complicado realizar o que em situações normais teria sido natural. Aconteceu que tive dificuldades em seguir o autor, nas descrições dos personagens e do cenário onde a história se desenrola. Faltou-me a capacidade imaginativa de idealização dos mesmos, que me teria dado com certeza uma maior "intimidade" com a narrativa. Isto porque o filme, marcante, me ficou gravado na memória. Por muitos anos que tenham passado desde a visualização do filme, como esquecer personagens como Piggy?...  Concluindo, esta é uma obra que não deve deixar de ser lida, por inúmeras razões. De preferência, e em minha opinião, antes do filme.

Linked books...  
A Ilha de Coral  - Robert Micahael Ballantyne (já referenciado também por Tom Sharpe em Wilt)
A Ilha do Tesouro - Robert Louis Stevenson

Swallows and Amazons - Arthur Ransome

Para além destes três livros juvenis, referenciados no texto, a contracapa do livro publicitava os seguintes livros da mesma editora/colecção, que resolvi considerar também como referencias a ter em conta para próximas leituras:

Nunca me esqueças - Lesley Pearse
O Vale da Paixão - Lidia Jorge
O Hóspede de Job - José Cardoso Pires
O Processo - Franz Kafka
Desgraça - J. M. Coetzee
Inês de Portugal - João Aguiar
A Festa do Chibo - Mario Vargas Llosa
Os Homens que Odeiam as Mulheres - Stieg Larsson

Linked movies...

São duas as adaptações ao cinema, em 1963 e em 1990. Em baixo poderão visualizar os trailers.





 Linked words...

As palavras "desconhecidas" para mim deste livro foram:

ígnea - Que tem fogo ou é de fogo; ardente. Formado pela acção do fogo.
fulva - Tirante a ruivo, alourado ou alaranjado.
caramanchãoEspécie de pavilhão revestido de verdura.
leviatã - Monstro marinho de que se fala na Bíblia. Coisa colossal ou monstruosa.

Monday, March 26, 2012

Rapariga com Brinco de Pérola - Tracy Chevalier



"First Link"... 

Até ao momento não existem referências a este livro, em outros livros deste blogue. Surgiu como alvo de leitura por causa de uma visita à "feira de garagem" no Ikea. Foi a primeira vez que fui a esta feira e achei uma iniciativa muito interessante. Decidi então comprar um livro, mas apesar de muitos livros antigos, foi difícil escolher um. Por fim, parei numa das bancas e resolvi que teria que escolher um dos que estavam à minha frente. E assim surgiu esta leitura, por 1,5 €, que se revelou uma agradável surpresa. 
Linked opinion...
Para ser franca, não esperava gostar de ler este livro. Contudo, revelou-se uma leitura muito fácil, simples e interessante, em que apesar do enorme fosso temporal que distam o leitor da história, consegue transportá-lo sem dificuldades para a época. Foi assim com clareza que imaginei Delft e todos os seus locais e as personagens da história. A história em si é um clássico do género "amores impossíveis", neste caso entre uma criada e o seu amo. Enriquece à história o facto de se desenrolar no séc XVII e do "amo" ser o pinto Vermeer. Em minha opinião, a intelectualidade e sensibilidade artística inesperada da criada, personagem principal deste livro, é o seu maior trunfo. Um livro que proporciona umas boas horas de entretenimento, e que aconselho a quem não esperar mais do que uma história de amor.

Linked Movies...
Descobri que este livro fora adapatado para o cinema em 2003. Vejam o trailer...

Girl with Pearl Earing Movie Trailer

 

Linked Paintings...
Várias referências surgem no livro sobre os quadros de Vermeer. Deixo aqui imagens de alguns.

A Alcoviteira








 

O Concerto



Vista de Delft
Rapariga com Brinco de Pérola

Linked Food....

Descobri uma nova palavra e ao mesmo tempo um novo alimento: pastinacas.


Linked Words...

Neste livro apenas desconheci o significado de uma palavra utilizada. Foi ela:

acinte - Modo de fazer propositadamente o que pode ser molesto ou desagradável a outrem. De propósito.

Os Gropes - Tom Sharpe


Linked By...
Mais uma vez a leitura deste livro não teve origem numa outra ligação daquelas que este blogue fala, mas numa ligação humana. Após ler "Wilt", do mesmo autor, e tendo gostado muito, foi-me oferecido pela mesma amiga que me havia oferecido o anterior, o ultimo título do autor (Tom Sharpe).                                                                       Sobre o Livro....
Editora: Editorial Teorema   -   www.editorialteorema.pt
Data de Edição :  2009
Tradução: Luis Ruivo Domingos
Autor: Tom Sharpe
Resumo: Desde a sua fundação no século XII por Awgard, o Pálido, um viking não excessivamente viril, o clã dos Gropes viveu governado, com proveito e mão de ferro, pelas mulheres. E eis que no início do terceiro milénio tudo muda, numa história sangrenta que envolve dinamite numa velha mina, matadouros faça-você-mesmo, vendedores dúbios de carros semi-novos, uma viagem de Londres a Barcelona via Riga, na Letónia, uma mãe particularmente extremosa, touros, porcos e até mesmo um Doppelganger…

Linked opinion....

Infelizmente, julgo que terei lido este livro na altura errada. O facto de o ter lido logo a seguir a Wilt, realçou a diferença abismal em questões de comédia (sendo este em minha opinião bastante inferior em termos de humor), ao mesmo tempo que realçava a enorme semelhança em termos de conteúdo. Apesar de a história ser completamente diferente em termos formais e imaginativos, o "coração" é o mesmo, mas com personagens bem menos interessantes que em "Wilt". A mulher forte (apesar de desequilibrada), o homem fraco, introvertido e ridículo, dominado por esta ultima, a inversão (ou não) das relações de poder e de domínio no final da história, são alguns exemplos da proximidade a "Wilt". No fundo, não retirei nada de novo em termos de conteúdo desta narração, e temo que me será facilmente olvidável. No entanto é um bom livro, de entretenimento puro, que se lê com extrema facilidade e rapidez. O desenrolar dos acontecimentos têm um bom ritmo e não há um único momento de tédio nestas páginas. Um bom livro para ler nas férias.

Linked Poems.... 

Neste livro não existem muitas das ligações que este blogue procura explorar. No entanto surgiu um poema, para mim desconhecido, e o seu autor, pela mão de uma das suas personagens femininas. Chama-se "The Splendor Falls on Castle Walls" de Tennyson e tomo a liberdade de o apresentar aqui.







 

"The Splendor Falls On Castle Walls"

(From "The Princess") 

Alfred Tennyson


The splendor falls on castle walls
And snowy summits old in story;
The long light shakes across the lakes,
And the wild cataract leaps in glory.
Blow, bugle, blow, set the wild echoes flying, 
Blow, bugle; answer, echoes, dying. dying, dying.

O, hark, O, hear! how thin and clear,
And thinner, clearer, farther going!
O, sweet and far from cliff and scar
The horns of Elfland faintly blowing!
Blow, let us hear the purple glens replying,
Blow, bugle; answer, echoes, dying, dying, dying.

O love, they die in yon rich sky,
They faint on hill or field or river;
Our echoes roll from soul to soul,
And grow for ever and for ever.
Blow, bugle, blow, set the wild echoes flying,
And answer, echoes, answer, dying, dying, dying.


Linked People....

Lord Alfred Tennyson
6 deAgosto de 1809 a 6 de Outubro de 1892

Dame Mary Barbara Hamilton Cartland  09 de Julho de 1901 a 21 de Maio de 2000) foi uma das mais bem-sucedidas escritoras de romances do mundo. Tornou-se uma das mais populares personalidades dos media ingleses, aparecendo frequentemente em eventos e na televisão, aprumada em cor-de-rosa e coberta de jóias, e falando sobre amor, saúde e problemas sociais. Nos seus livros, mulheres inocentes e virgens casavam-se sempre com homens ricos da alta sociedade.









Os locais...
Fiquei curiosa sobre este local que surge no livro: Trieste. De facto tem uma história com bastante interesse como poderão ler em http://pt.wikipedia.org/wiki/Trieste

Partilho aqui uma imagem de Trieste:



Linked Words...

Como é natural de cada vez que se lê um livro, surgem palavras novas para mim e este não foi excepção. Partilho assim as mesmas e o seu significado:

esbarrondar - Deitar abaixo (terras, muralhas, etc.), esboroar. Desabar, desmoronar-se, esboroar-se.

emoliente -  Que tem a propriedade de fazer amolecer. Medicamento que serve para abrandar ou amolecer as partes inflamadas.

timorato Que teme errar, que receia ofender, que não se atreve a actuar ou a executar. Tímido, medroso, acanhado, vergonhoso.

cerceado Diminuir o volume ou tamanho (de alguma coisa) cortando ou raspando em redor. Cortar cerce. = RENTEAR. Restringir.

abstruso -  escondido, oculto, confuso, dissimulado. Difícil de se compreender. = CONFUSO, OBSCURO. Que tem falta de ordem ou organização.






Wednesday, March 21, 2012

Wilt - Tom Sharpe

"First Link"... 

      Como é natural e até ao momento, este título e autor não foram referenciados por nenhum livro. Isto porque foi com ele que decidi começar esta "viagem" pelos livros dos livros, tendo este me sido oferecido por uma amiga. Revelou-se um fantástico "sítio" para começar, dado o número elevado de livros que nele são mencionados (ver parágrafo Linked Books).



Editora: Editorial Teorema   -   www.editorialteorema.pt
Data de Edição : o livro que li é uma 2ª edição reimpressa em Abril de 2002.
Tradução: Ana Mafalda Telo
Género: Comédia
Autor: Tom Sharpe
Resumo: Romance cómico que conta as aventuras de Wilt, um professor de literatura que leva uma vida entediante e que tem um desejo secreto: matar a sua mulher obsessiva que faz tudo para o irritar.

Linked Opinion...
Este livro, que considero surpreendente e desconcertante, fez-me rir por diversas vezes a bom som.  A história em si é meio pateta e idiota, o que não faz dela menos possível ou realista. Leva-nos pelas vidas vulgarmente invulgares do protagonista e de mais meia dúzia de personagens, quase tão apagadas quanto ele, e tão interessantes quanto ele, na sua mundanidade. As mulheres deste livro, são fortes e características, contudo nem sempre, ou melhor, quase nunca, por boas razões. Desde a inconstância fogosa ( e por vezes desastrosa...) dos interesses da esposa de Wilt, à libertina e meia tresloucada amiga rica que busca a libertação das mulheres, não esquecendo a vizinha e amiga conservadora. Não é que os homens da história sejam melhores em termos de valores e comportamentos, atenção... Mas aparentam ser bem mais fracos, talvez desgastados pelas suas próprias mulheres, quem sabe...Talvez estes homens, partilhassem com Wilt o desejo secreto de assassinar as suas mulheres, quem sabe. O que é certo é que toda a história é tão simples, e terra a terra, quanto é louca e irreal. Agora quanto aos sentimentos expostos, não há dúvida da sua veracidade, e da sua proximidade ao nosso próprio dia a dia.
Um outro aspecto, chamou-me a atenção. Na minha própria idealização, não fui capaz de temporalizar de forma definitiva estes personagens e este enredo. Tanto imaginava pessoas antigas, dos anos 50, e por vezes até anteriores a essa década, como os podia perfeitamente imaginar no início do 90. Ao pensar sobre isso, penso que terá a ver com a imagem do "cinzento inglês" que herdei de outros livros, em que costumo colocar as histórias com professores e universidades em Inglaterra, com o seu conservadorismo tão "british" que parecem por vezes deslocados no tempo.
É um livro que recomendo vivamente, e que considero que deve ser lido, nem que seja por uma boas gargalhadas.

Linked Books...

      São muitos os livros que Tom Sharpe referencia nesta obra, devido sobretudo à profissão do seu protagonista Wilt. Listo abaixo os título e autores, e espero brevemente ler/reler alguma desta obras e dedicar-lhe um post como este.
Filhos e Amantes - D.H. Lawrence
This Island Now - Peter Abrahams (não encontrei versão portuguesa deste livro)
As Flores do Mal - Charles Baudelaire

Linked People... 
      
      Para além dos livros que este livro referencia, também são mecionadas pessoas. Pessoas essas que eu desconhecia. Levou-me assim a uma pesquisa sobre essas pessoas, que aqui partilho.

Helen Waddell
Helen Jane Waddell
(31 Maio 1889 – 5 Março 1965)
poetisa irlandesa, tradutora, escritora de peças de teatro.




Lewis Mumford

 Lewis Mumford
 (19 Outubro 1895 – 26 Janeiro 1990)
Historiador,  sociólogo, crítico literário.





Lord BeaverBrook
William Maxwell "Max" Aitken, 1st Baron Beaverbrook
25 Maio 1879 – 9 Junho 1964
Empresário, político e escritor. 

http://en.wikipedia.org/wiki/Max_Aitken,_Lord_Beaverbrook

http://superiorbeing.ca/archives/hsm/hsm27.html





Linked Words...

      E como qualquer livro que se preze, eis-me apresentada a novas palavras, que para mim tiveram até esse momento um significado desconhecido. Foram elas:

esteatopigia - desenvolvimento excessivo e hipertrofia das partes adiposas das nádegas por acúmulo  de gordura, esp. de mulheres entre os hotentotes, pigmeus e algumas tribos de negros.

litania oração em que se pede a deus ou aos santos para intercederem pelos fiéis; enumeração enfadonha; lengalenga. 

demiurgo - o deus criador (entre os platónicos)

plagiocefalia - resulta da fusão unilateral prematura (a junta lateral) das suturas coronal ou lambdóide. A sutura lambdóide une ao osso occipital (osso que une à cabeça com a coluna) com os ossos parietais (ossos laterais superiores) do crânio; a plagiocefalia é um transtorno caracterizado por uma distorção assimétrica (aplastamento lateral) do cráneo.